skip to Main Content
focus_logo_azul

Desenvolvido por

PRODAH - Programa de Transtornos de Déficit de Atenção/Hiperatividade - UFRGS

6 DICAS PARA PAIS DE CRIANÇAS COM TDAH

6 DICAS PARA PAIS DE CRIANÇAS COM TDAH

Criar os filhos não é tarefa fácil e, quando se trata de crianças com TDAH, existem alguns desafios peculiares. Apesar de não haver uma fórmula universal, algumas estratégias podem ser empregadas para ajudar você nessa tarefa. Separamos algumas dicas:

  1. Estabeleça regras, mas de espaço para o erro.

Todas as crianças necessitam de regras e expectativas claras e consistentes. Especialmente no caso de crianças com TDAH, essas regras precisam ser claras e objetivas. A rotina é uma grande aliada no TDAH porque ajuda na organização diária e no direcionamento de como e quando as atividades devem ser feitas. Nesse sentido, os pais podem estabelecer regras gerais do funcionamento da casa e da dinâmica familiar para auxiliar a criança nesse direcionamento. Contudo, é importante que os pais sejam compreensivos e deem espaço para o erro. As crianças com TDAH podem ter dificuldade para se adaptar as regras e ao ambiente e o apoio dos pais serve para que elas se sintam acolhidas e seguras.

  1. Foque nas qualidades do seu filho, não nas suas dificuldades.

Muitas crianças com TDAH estão acostumadas a ouvir o quanto os seus comportamentos são problemáticos e inadequados. Contudo, de acordo com a terapeuta familiar Angela Pruess, os pais podem ajudar seus filhos focando nas suas qualidades. Quando os pais focam nas qualidades dos filhos, as crianças desenvolvem boa auto-estima e se sentem mais encorajadas para desenvolverem suas habilidades.

  1. Ache formas de seu filho gastar energia.

O exercício e a atividade física podem ajudar as crianças com TDAH a gastarem sua “energia extra”, melhorando a ansiedade, a concentração e o padrão de sono. As crianças necessitam de modelo, portanto, você pode ajudar seu filho planejando atividades em família, como: andar de bicicleta, caminhadas ou outras atividades esportivas em grupo.

  1. Seja um modelo para seu filho e o ensine sobre controle de emoções

Crianças com TDAH tem dificuldade em regular suas emoções e comportamentos. Os pais podem ajudar servindo de modelo e ensinando as crianças sobre o controle das emoções; podem fornecer apoio para os filhos quando eles estiverem com dificuldade e explicar como eles mesmo fazem para lidar com essas situações. Os pais também podem fornecer as crianças ferramentas que as ajudem a se acalmar como brinquedos sensoriais, spinners ou técnicas de respiração.

  1. Quebre tarefas em pequenas partes

Crianças com TDAH tem dificuldade na hora de iniciar as tarefas. Você pode ajudar seu filho quebrando as atividades em pequenos passos. Você pode também usar temporizadores, cronogramas coloridos e pequenos intervalos. Evite distrações e crie um ambiente silencioso de trabalho onde seu filho possa focar nas tarefas da escola.

  1. Não tenha medo de pedir ajuda

Criar os filhos pode ser desafiador de tempos em tempos e isso não é diferente quando se trata de crianças com TDAH. Tenha uma rede de suporte que possa lhe ajudar e não tenha medo de pedir ajuda. Você pode também procurar um profissional especializado em TDAH para guiar você nessa tarefa. O TDAH tem tratamento e existem inúmeras abordagens comportamentais que podem auxiliar seu filho e sua família a superar as dificuldades.

Artigo adaptado e traduzido de: https://www.moms.com/7-tips-for-parenting-a-child-with-adhd-from-therapists/

Compartilhe com seus amigos!

ESTRATÉGIAS DE ORGANIZAÇÃO PARA LIDAR COM OS SINTOMAS DE TDAH

No vídeo de hoje apresentamos algumas estratégias simples que podem ser usadas por pessoas com TDAH para auxiliar na organização do dia a dia. Recomendamos fortemente que os pacientes e familiares utilizem: 1. Agenda, seja ela virtual ou em papel; 2. Relógios e alarmes, seja de pulso/celular/parede. Além disso, ensinamos como usar a Matriz de Prioridades, que auxilia a organizar as tarefas por ordem de importância e urgência. Assista ao vídeo através do link: https://youtu.be/TDnWI7j5bG0

Confira mais vídeos no nosso canal do Youtube!

Compartilhe com seus amigos!
COMO O PACIENTE ADULTO PODE ENFRENTAR O TDAH DURANTE A PANDEMIA

COMO O PACIENTE ADULTO PODE ENFRENTAR O TDAH DURANTE A PANDEMIA

Esse período em que estamos vivendo, com insegurança acerca do futuro, mudanças drásticas na nossa rotina e no funcionamento do mundo a nossa volta trouxe grande impacto e estresse na vida das pessoas. No caso de pacientes com TDAH, que já apresentavam dificuldade em organizar as atividades da vida diária, pode ser muito mais desafiador.

Muitas das estratégias de enfrentamento do TDAH ainda são relevantes, mas podem necessitar de adaptações para a nova realidade. Abaixo seguem algumas estratégias que podem exigir mais esforço nesse momento para serem implementadas, mas que valem a pena:

Cronograma diário

Estratégia fundamental para pacientes com TDAH e que pode ser ainda mais importante (e também mais desafiadora) com a ausência de rotina. É necessário planejar não apenas as tarefas individuais como também as tarefas de casa. O ideal é organizar pequenos blocos de tempo de 15-30 minutos.

A organização dessas informações em um formato visível e compartilhável (como um quadro de tarefas) ajuda todos os membros da casa a se localizarem e a saberem o que deve ser feito. Para crianças pequenas, podem ser usadas figuras para a rotina da manhã, para as atividades e para as tarefas da escola.

O cronograma também ajuda as pessoas a se planejarem e a saberem o que está por vir. Isso permite que os membros da família organizem o ritmo de trabalho para conseguirem alcançar momentos de lazer e diversão.

Implementação

Além de estabelecer as tarefas do dia, é interessante criar um guia de como essas tarefas podem ser feitas, como por exemplo o que fazer primeiro (priorização) e o que fazer em determinada situação. Dessa forma as tarefas podem ser agrupadas permitindo encadeamento, como por exemplo responder e-mails e mensagens no mesmo momento.

Outra dica é dividir as tarefas e fazer pequenas pausas entre elas. Isso pode tornar o plano de ação mais claro do que simplesmente entrar de cabeça.

Organização

Uma boa ideia é gastar um tempinho após uma atividade ou bloco de tempo arrumando o espaço físico. Esse pequeno tempo para organização serve para arrumar o espaço que acaba de ser usado, de forma que ele esteja pronto para ser usado novamente.

Atitude

Essas estratégias de enfrentamento não são novidade, exceto o fato de estarem acontecendo todas ao mesmo tempo. O TDAH não é um problema de conhecimento ou de capacidade, mas sim um problema de performance, portanto a chave é a implementação dessas estratégias.

Por fim, é importante não se pressionar muito e ter compaixão consigo mesmo. Não há problema se a princípio você tiver dificuldade ou se algumas vezes falhar. Peça ajuda se for preciso e reconheça que este é um momento estressante para todos nós. Paciência e perseverança são o segredo.

Artigo adaptado e traduzido de:

https://www.psychologytoday.com/intl/blog/rethinking-adult-adhd/202007/coping-adult-adhd-during-covid-19

Compartilhe com seus amigos!
Back To Top