skip to Main Content

TRAÇOS DE AUTISMO E DÉFICIT DE ATENÇÃO ASSOCIADO AO PEQUENO TRONCO CEREBRAL

IMG 0202
Post Series: TDAH & Cérebro

A gravidade do autismo acompanha de perto a do transtorno de déficit de atenção/hiperatividade (TDAH), e o tronco cerebral pode estar subjacente a essa conexão: crianças com ambas condições que possuem um tronco cerebral reduzido tendem a apresentar traços graves.

Os resultados apontam para a importância potencial do tronco cerebral em ambas as condições, que frequentemente co-ocorrem, disseram pesquisadores na reunião anual da Society for Neuroscience de 2019 em Chicago, Illinois.

“Ainda não sabemos muito sobre o tronco cerebral, e muitos estudos o omitiram de suas análises”, disse a pesquisadora principal Brittany Travers, professora assistente de cinesiologia da Universidade de Wisconsin-Madison, que apresentou os resultados não publicados. “Nossos resultados sugerem que o tronco cerebral pode ser útil para entender a base neurobiológica das diferenças individuais na gravidade dos sintomas, tanto no autismo quanto no TDAH.”

O tronco cerebral se forma no início do desenvolvimento e controla uma série de tarefas, incluindo processamento sensorial, atenção, sono e respiração. Alguns estudos identificaram anormalidades do tronco cerebral no autismo e condições relacionadas.

O tamanho importa:

Os pesquisadores examinaram 105 crianças de 6 a 10 anos: 41 delas com autismo e 25 delas também preenchiam os critérios para o TDAH. Outros 34 eram controles sem transtornos do neurodesenvolvimento, e 30 tinham uma condição que tinha alguma sobreposição genética com o autismo, como transtorno bipolar, ou tinham um parente próximo com autismo ou esquizofrenia. Os pesquisadores avaliaram por questionários a gravidade das características de autismo e TDAH das crianças.

Crianças com os traços mais graves de autismo também tendem a ter traços graves de TDAH, descobriram os pesquisadores.”As condições eram altamente sobrepostas”, diz Travers.

Os pesquisadores também calcularam o volume do tronco cerebral de cada criança usando imagens de ressonância magnética. Em geral, crianças com tronco cerebral menor apresentam traços mais graves de autismo e TDAH, descobriram os pesquisadores após controlar a idade, sexo e volume intracraniano – o espaço dentro de seus crânios – do que aqueles com tronco cerebral maior.

As descobertas são apenas um primeiro passo, diz Travers. Ela planeja investigar o que está por trás dessas diferenças de tamanho e suas possíveis consequências para a função cerebral geral.

Fonte:

Artigo traduzido e adaptado, de Emily Anthes,  para Spectrum News, em  20 de outubro de 2019.

https://www.spectrumnews.org/news/traits-of-autism-attention-deficit-linked-to-small-brainstem/

 

 

 

Compartilhe com seus amigos!
Back To Top