skip to Main Content

EXERCÍCIOS FÍSICOS E TDAH: MANTENHA SEU FILHO ATIVO!

700 Exercícios Físicos E TDAH Logo
Post Series: TDAH & Cérebro

A noção de que atividades físicas têm impacto positivo no TDAH não é nova, mas um estudo ampliou a discussão.1 A pesquisa mostrou que atividades físicas regulares reduziam a seriedade dos sintomas e melhoravam o funcionamento cognitivo das crianças.

Betsy Hoza, professora de Psicologia na Universidade de Vermont, liderou este estudo. Ela diz que os resultados foram promissores, já que eles demonstram que crianças (do jardim de infância à segunda série) tiveram um impacto significativo no foco e no humor com apenas 30min de exercícios físicos por dia. Os resultados foram similares para crianças tanto com o tipo hiperativo-impulsivo do transtorno quanto do tipo desatento.

De fato, uma das características mais notáveis do Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade é o comportamento agitado. É por isso que tantas crianças portadoras do transtorno se mexem e se contorcem sempre que pedimos a elas que se sentem por algum período de tempo. Para liberar esta energia, crianças com TDAH precisam de muito exercício.2

Manter-se ativo não é bom apenas para o excesso de energia física, mas como também para outras questões do TDAH:

– falta de foco
– impulsividade
– relacionamentos sociais

Se utilizados conjuntamente com o tratamento tradicional (terapias e medicações estimulantes), os exercícios regulares têm um impacto geral positivo nos sintomas de TDAH.3

Exercícios físicos e o cérebro

Quando as crianças se exercitam, muda a quantidade de neurotransmissores liberados pelo cérebro. Neurotransmissores incluem a dopamina, envolvida na capacidade de atenção. As medicações utilizadas no tratamento do TDAH trabalham aumentando este mesmo neurotransmissor no cérebro. Então, faz sentido que um pouco de exercício tenha efeitos similares nos pacientes.

Em estudos publicados no Archives of Clinical Neuropsychology4 e no Attention Deficit Hyperactivity Disorder5, crianças com TDAH que se exercitavam tinham avaliações melhores em testes de atenção e apresentavam menos impulsividade – mesmo que não estivessem tomando medicações estimulantes. Os pesquisadores sugerem alguns motivos para esta transformação:

– Fluxo de sangue: exercícios aumentam o fluxo de sangue no cérebro. Crianças com TDAH podem ter menos fluxo sanguíneo nas partes do cérebro responsáveis por pensamento, planejamento, emoções e comportamento.

– Vasos sanguíneos: exercícios melhoram os vasos sanguíneos e a estrutura cerebral. Isso colabora na habilidade de pensar.

– Atividade cerebral: exercícios aumentam a atividade em determinadas partes do cérebro relacionadas ao comportamento e à atenção.3

O TDAH começa no cérebro

O transtorno se origina de uma falha no sistema de atenção do cérebro, que é feito de uma rede de neurônios interconectada, que se espalha através de várias áreas do órgão – áreas que vão da motivação e da recompensa até aquelas que envolvem movimento e função executiva.

Estes circuitos de atenção são regulados por neurotransmissores como a noradrenalina e a dopamina, que ajudam a conduzir mensagens de uma parte do sistema para outra.

Sempre que você caminha, corre, anda de bicicleta ou nada, seu cérebro libera esses neurotransmissores em grande quantidade. Isso aumenta a habilidade do sistema de atenção de ser regular e consistente, ao estimular o crescimento de novos receptores em determinadas áreas do cérebro.6

Como o exercício ajuda no pensamento e no comportamento

Uma das áreas que as crianças mais apresentam problemas é na função executiva, as habilidades que utilizamos para planejar e organizar.

Uma falta destas habilidades torna difícil para as crianças com TDAH se lembrarem de terminar a tarefa da escola. Exercícios podem melhorar a função executiva nos portadores de TDAH.

Muitas crianças com o transtorno também lutam por suas capacidades sociais e comportamentais. Praticar um esporte pode trazer os benefícios capazes de melhorar este quadro.

Exercícios também podem ajudar a minimizar o comportamento disruptivo, como interromper, falar palavrões, bater e se recusar a participar de atividades.3

Por causa de todos estes benefícios, os exercícios são uma ótima ferramenta para otimizar a eficiência da medicação no tratamento do TDAH quando usamos concomitantemente. O plano de exercícios deve ser parte de um tratamento multidisciplinar. Avalie com seu pediatra, psicólogo ou psiquiatra e desenvolva o melhor tratamento para seu filho.

Fontes

1 Hoza B, Smith AL, Shoulberg EK, et al. A Randomized Trial Examining the Effects of Aerobic Physical Activity on Attention-Deficit/Hyperactivity Disorder Symptoms in Young Children. J Abnorm Child Psychol. 2015 May;43(4):655-67. doi: 10.1007/s10802-014-9929-y. Disponível em: < https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/25201345>. Acesso em: 30 de agosto de 2018.

2 ADHD AND EXERCISE. CHILD MIND INSTUTE. Disponível em: <https://childmind.org/article/adhd-and-exercise>. Acesso em: 30 de agosto de 2018.

3 Exercise for Children With ADHD. WEBMD. Disponível em: <https://www.webmd.com/add-adhd/childhood-adhd/exercise-for-children-with-adhd_#1>. Acesso em: 30 de agosto de 2018.

4 CHANG YK, et al. Effect of acute exercise on executive function in children with attention deficit hyperactivity disorder. Arch Clin Neuropsychol. 2012 Mar;27(2):225-37. doi: 10.1093/arclin/acr094. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/22306962>. Acesso em: 30 de agosto de 2018.

5 MEDINA JA, et al. Exercise impact on sustained attention of ADHD children, methylphenidate effects. Atten Defic Hyperact Disord. 2010 Mar;2(1):49-58. doi: 10.1007/s12402-009-0018-y. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/22306962>. Acesso em: 30 de agosto de 2018.

6 THE EXERCISE PRESCRIPTION FOR ADHD. THE NATIONAL RESOURCE ON ADHD. Disponível em: <http://www.chadd.org/AttentionPDFs/ATTN_06_12_Exercise.pdf>. Acesso em: 30 de agosto de 2018.

Compartilhe com seus amigos!
Back To Top